Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As palavras que o vento não levou

saudade .

 

IMG_0662.JPG

 

 

A brisa da noite.

O brilho ao luar.

O vento a flutuar.

A chuva a voar.

As gotas de água a dissipar.

As árvores a dançar.

As folhas a assobiar.

Ao sabor do Outono, a chegar.

 

Faz frio lá fora. Chove, como se fosse inverno. Em mim, parece ainda verão. Sinto os dias quentes. O suor. Em ti, parece outono. Vejo-te a deixar cair as folhas. Na verdade, levaste-as contigo. Todas as que escrevíamos em segredo. Das que mais ninguém sabia. Lembraste de todas as estações pelas quais passamos? Foram 20 anos, faz-lhes a conta. Da primavera. Das flores a colorirem os dias. 

Agora, é o outono. A chegar. Já lhe sinto o cheiro. O piso escorregadio. As árvores a bailarem e a deixarem fugir o seu aconchego. A sentirem o frio da alvorada. Assim como eu. Sinto-me fria, sem ti. Desde que me deixaste. Faltas-me tu. Para dar conforto aos meus dias.

Estás em mim, em cada dia. Em cada hora. Em cada estação.

Sempre em mim.

Sempre comigo.

 

Sabes que és, eternamente, a minha Estrelinha!

Ao P, com T O D O o Amor do (MEU) Mundo! 

 

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D